domingo, 2 de agosto de 2009

Comentário sobre Perfil dos Neoleitores no Brasil

"Para as crianças de hoje, a leitura é uma experiência sinestésica: as
páginas saltam dos livros, há livros de todos os tamanhos e feitos dos mais
diversos materiais, livros que fazem ruídos, que deixam um cheiro agradável
nas mãos, livros para levar para a banheira, para dormir, enfim, livrosbrinquedo que apresentam a literatura como uma atividade lúdica, mais tarde descoberta nos próprios textos. Para as crianças de antigamente, esse ludismo estava no próprio texto, na possibilidade de romper com os limites entre realidade e fantasia, habitar mundos impossíveis, conhecer gentes, bichos,
coisas sem sair do lugar. Para elas, em um mundo que não oferecia as
multimídias que hoje oferece, as palavras encantatórias das histórias e as
parcas ilustrações foram o canto da sereia que as levou para o mundo da
leitura.O neoleitor também precisa ouvir esse canto, caso contrário, a leitura
será para ele sempre um mistério, algo distante e cada vez mais sem sentido.
Mas, que textos podem exercer esse enredamento em um adulto que acabou
de descobrir a escrita? Primeiramente, não podemos deixar de levar em
consideração as palavras de Geraldi:nossa história de leitores não começou pelo ‘monumento literário’. O primeiro livro que lemos não foi aquele que lemos
ontem ou aquele de que ouvimos uma conferência na semana
passada. O respeito pelos passos e pela caminhada do aluno
enquanto leitor (que se faz pelas suas leituras como nós nos
fazemos leitores por nossas leituras) é essencial. Nesta
caminhada é importante considerar que o enredo enreda o
leitor."

Neoleitores é uma expressão que recupera a dignidade
individual ao falar de uma possibilidade de renovação pessoal
mediante a leitura. Neoleitores significam uma neocultura. Um
neopaís, certamente melhor do que aquele que temos. Um
país onde a literatura será para todos. Moacyr Scliar


Muito interessante este artigo e vem salientar o que discutimos no Gestar II.
O acesso hoje aos livros é bem maior;as condições também;O leitor precisa mesmo mergulhar no texto e ouvir os ruídos...as vozes...sentir a emoção!!!!
Vejam nossa responsabilidade enquanto mestres!!! Instigar os alunos;
persuadí-los de alguma forma para que despertem para a leitura...para a vida...para a imaginação. Ainda há tempo...vamos logo, precisamos mostrar o caminho aos alunos...mas primeiro nós devemos estar atentos a este caminho para não desapontá-los,afinal é através do exemplo que cativaremos estes jovens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário